CITANDO...

E onde achávamos que encontraríamos algo abominável, encontraremos um deus; onde achávamos que mataríamos o outro, mataremos a nós mesmos; onde achávamos que viajaríamos para fora, chegaremos ao centro de nosso própria existência; e onde achávamos que estaríamos sozinhos, estaremos com o mundo todo.
— Joseph Campbell

Eu tirei esse trecho de um dos primeiros capítulos do HERÓI DE MIL FACES, livro que eu só estou conseguindo entender agora, depois de mariná-lo por uns 8 anos na minha estante.

Eu adoro que o Campbell também se refira ao processo de autoconhecimento como uma aventura, porque é exatamente isso que ele é. Vejo pessoas muito queridas ao meu redor que estão infelizes, frustradas, solitárias, mas resistem à terapia por medo do que vão encontrar. O processo, no entanto, não poderia ser mais bonito e libertador!

Onde você acha que vai encontrar algo desprezível, você encontra a sua própria beleza interna. Sim, temos que encarar alguns monstrinhos pessoais, mas eles são mais dóceis do que nós imaginamos. O processo todo nos mostra que somos merecedores de AMOR e não de desprezo. E essa é a primeira barreira que qualquer pessoa precisa sobrepor para começar a se cuidar: achar que merece. Spoiler: todo mundo merece!

Ele continua a frase dizendo que nós chegamos na terapia achando que o problema está do lado de fora - o pai, a mãe, o marido, os OUTROS que parecem ser os culpados das nossas insatisfações - mas o processo nos leva a descobrir que teremos que matar a nós mesmos - ou as nossas máscaras e as nossas personalidades sabotadoras, repressoras, censoras.

Aí você percebe que está fazendo a viagem mais legal da sua vida, a que fazemos para dentro de nossa própria existência, onde estão nossos potenciais, nossas qualidades, nossos SUPERPODERES, nossa capacidade de nos aceitarmos e, como consequência, de aceitarmos os outros.

E finalmente, apesar de ser uma aventura solitária, o que ganhamos é a clareza de que fazemos parte de uma consciência coletiva onde todos compartilham das mesmas neuroses, dos mesmos medos e mais importante de tuuuudo… do mesmo desejo de CRIAR CONEXÕES VERDADEIRAS.

Diz se não é lindo?

VK

tags: joseph campbell


Compartilhe: