SOBRE OS RECÍPROCOS

Este é o sexto de uma série de 7 posts sobre o ACESSO do BodyTalk, um curso que eu ensino e no qual acredito muito como ferramenta de autocuidado (e autoconhecimento).


Eu vou me empolgando conforme explico cada técnica nova (no curso é sempre assim!) e acho uma melhor que a outra, mas meo, elas são mesmo!

RECÍPROCOS são 17 pares de articulações (em sua maioria bilaterais) escolhidas a dedo para esta técnica pelo já bastante mencionado John Veltheim. Ele estava inspiradíssimo quando criou isto aqui!

Imagina que você fez o curso e está aplicando a rotina do Acesso todos os dias ou 3x por semana ou quantas vezes a sua intuição te indicar. No dia de hoje, você já dedicou alguns segundos a cada uma das 4 primeiras técnicas, e portanto já organizou seu sistema nervoso, suas suprarrenais, já hidratou cada célula do corpo e já equilibrou o máximo possível de sua bioquímica. Neste, que é o último dos 5 passos da rotina do Acesso, você vai fechar o trabalho com chave de ouro tratando as suas articulações, seu equilíbrio, sua postura e a tensegridade do seu corpo, ou seja, o equilíbrio entre a tração contínua dos músculos e a compressão descontínua dos ossos, evitando lesões.

A técnica dos Recíprocos, quando usada com frequência, mantém o corpo estável, forte e flexível, o que se reflete em uma mente estável, forte e flexível. Além disso, conhecer os limites e a flexibilidade do corpo nos permite estabelecer relações também com limites saudáveis e flexibilidade nas interações.

Chegar até aqui completando as 5 técnicas demora menos de 10 minutos. Aos poucos, ao longo dos dias, semanas e meses, o Acesso vai nos deixando mais organizados e mais capazes de recuperar o equilíbrio em tempos de estresse, mais conectados com as nossas necessidades e com a intuição.

VK


Compartilhe: