Citando... Stanley Keleman

 
Do livro  Anatomia Emocional  | Foto: Verena Kacinskis

Do livro Anatomia Emocional | Foto: Verena Kacinskis

A proliferação celular inicial, que divide a célula em duas, quatro, oito, dezesseis e assim por diante, mantém suas superfícies em contato direto. As células permanecem ligadas. Esse contato direto revela claramente o princípio da interligação dos tecidos. No desenvolvimento embrionário inicial, todos os tecidos e órgãos estão intimamente ligados; o coração e o cérebro são apenas duas superfícies contíguas. A batida do coração é impressa diretamente no cérebro. Não é preciso nenhum nervo. À medida que o desenvolvimento prossegue, permanecem os vestígios do contato. Isso é informação, saber íntimo. Nós somos únicos pela interligação de todos os nossos tecidos. Somos como uma lâmina de células, torcida, dobrada, curvada, enrolada em sistemas de órgãos e tubos e, depois, em um organismo.
— Stanley Keleman

Eu quero morar nesse livro.